segunda-feira, 29 de março de 2010

HINO

Em devaneios de meu destino,
eu vislumbro, meio que perdido,
o desejo de te ter comigo em todos os sentidos.

Não havendo cura pro destino,
eu me vejo em desatino,
vejo passando em meu caminho
a esperança de te ter, sorrindo, meu menino.



Rima pobre de ricas palavras.
By Naiana.

Um comentário:

  1. Voce escreve bem demais, gostei muito. Lindo mesmo.
    Beijo
    @toticore

    ResponderExcluir

E aí? que achou?